Colar de Âmbar para os dentinhos…Será?

6 Flares Facebook 4 Google+ 2 6 Flares ×

Gisele-Bundchen-colar350    Há algum tempo atrás , eu vi essa foto da Gisele com sua linda bebê com uma manchete que me chamou a atenção, como mãe e como dentista…colar de âmbar para aliviar os sintomas desagadáveis dos dentinhos de leite nascendo.( oi?? )

Comadres, eu NUNCA tinha ouvido falar nisso!! Eu não acreditei!! como eu, mãe de três, dentista ( ok , não sou odontopediatra), não conhecia esse recurso?

Como uma geminiana /mãe/mulher/curiosa de plantão que sou, fui correndo pesquisar !! O que diabos oferece esse tal de “colar de âmbar”?Vamos às descobertas…

Primeiro, o que é “âmbar”? 

O âmbar é a seiva de árvores pré históricas, fossilizadas  que cresceram há cinqüenta milhões de anos atrás , principalmente na Escandinávia e em outros lugares ao redor do Mar Báltico.

O que ele- o ÂMBAR- faz?

O Âmbar tem propriedades analgésicas,antiinflamatórias, cicatrizantes e imuno estimulantes. Tem o ácido succínico em sua composição. Perto da pele , o calor do corpo ajuda a libertar quantidades minúsculas de óleo a partir do âmbar, o qual é então absorvido pela corrente sanguínea.

Recomendações de uso

A partir dos 3 meses, até 2 anos, período da erupção dos dentes de leite( começa com 3 meses , pois quanto antes o bebê comçar a usar, mais fácil ele se acostuma).

Agora o meu lado Doutora(rsrsrs):

Não existem provas científicas sobre essa substância e seus ditos efeitos.

Segundo Paulo César Rédua, presidente da ABO (Associação Brasileira de Odontopediatria. o ideal  seria um trabalho em conjunto do Odontopediatra e do Pediatra para o alívio dos sintomas da primeira dentição.” Além da prescrição de analgésicos e anti-inflamatórios, sempre recomendo um fitoterápico à base de camomila e alcaçuz, que é regulador neural, ajuda muito e traz sensação de alívio aos bebês”, disse ele. O especialista ainda recomenda o uso de mordedores com líquido dentro, que massageiam a região da gengiva. Colocados na geladeira, esses itens ainda podem anestesiar a área.

E, o que grita mais alto- meu lado MÃE!!-

Para Alessandra Françoia, coordenadora nacional da ONG Criança Segura, que tem como objetivo promover a prevenção de acidentes com crianças e adolescentes até 14 anos, se os pais não abrem mão do uso do colar, é obrigatório vigiar constantemente. A recomendação vale para qualquer tipo de cordão e outros objetos pequenos, como brincos e botões.

“A ONG não recomenda qualquer cordão com mais de 15 centímetros, por risco de estrangulamento. A criança pode dar a volta no próprio pescoço com qualquer corda, mesmo que essa não esteja fechada. Além disso, o contato com pequenos objetos pode causar engasgamento.”

E então, usar ou não o colarzinho? Agora é com você!!

Me conta, heim!

Bjinhos e até tags coração

Related Posts

6 Flares Facebook 4 Google+ 2 6 Flares ×

Comments

comments

Speak Your Mind

6 Flares Facebook 4 Google+ 2 6 Flares ×