Como Fazer o Bebê Dormir no Berço- A jornada em 4 etapas

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

bebe-deitado-no-berco-segurando-a-mao-da-mamae-foto-maxriesgoshutterstock-000000000000C8CC

Como fazer o bebê dormir no berço, sozinho?

Como fazer dormir sem o peito, ou fora do colo? Isso é possível ou é uma história da carochinha?

Oi minha amiga e comadre! Tudo bem?

SIIM!! Isso é super possível, garanto para você.

Agora, não é assim, como mágica, ou do dia para noite. Exsite uma forma de se fazer.

Fácil? Não é não… mas dá para ser sem dor, sem traumas, no SEU tempo e respeitando o SEU BEBÊ.

Vou te explicar tudinho, fica comigo 😉

Pensa num edifício de 4 andares, em que você só consegue subir para o próximo, quando o primeiro estiver construído e estabelecido.

Vamos aos 4 andares, ou às 4 etapas?

Eu gravei um vídeo para conversarmos sobre esse assunto também.

Se preferir, assista aqui :

1° ETAPA 

Num bebê de 0 a 3 meses

O primeiro andar a ser construído é: desassociar o peito (ou a mamadeira) do sono.

Nesse momento a livre demanda é recomendada por vários benefícios indiscutíveis como o ganho de peso do bebê, a sua produção de leite, hidratação do bebê, a manutenção dos níveis de açúcar no corpo do bebê, o vínculo entre vocês, etc etc etc… você conhece os benefícios, não é?

Então AINDA não é hora de começarmos a construir uma rotina mas, A partir daqui já é SIM possível começar a educação e construção do sono saudável para o seu bebê.

COMO desassociar o peito do sono?

Minha amiga, existem várias estratégias possíveis. Inclusive VOCÊ pode desenvolver a sua própria.

A Elizabeth Patley, uma especialista em sono de bebê, autora de vários livros, criou o que ela chama de “Técnica da Remoção Gentil” . Para conhecer a técnica, clica aqui.

Você pode também usar o que eu chamo de “adaptação” dessa técnica:

Substituir o peito por outra distração ou hábito ( já sabendo que precisará ser tirado na próxima etapa) .

Exemplos: embalo, andar pela casa, chupeta após a 8° semana completa ( pode ser mantida até mais tarde), embalo no carrinho, nas cadeirinhas de balanço….

Eu sugiro MUITO MUITO COLO.  A não ser que seja muito sofrido para a mamãe, aí o ideal seria o “colo emprestado” de outra pessoa para ajudar a fazer o bebê adormecer sem o peito, caso ele chore muito no colo da mamãe.

Acredite em mim: esse passo É FUNDAMENTAL para todo o processo e um dos mais difíceis de conseguir. E quanto maiorzinho o bebê, mais difícil será.

Por quê é preciso fazer essa desassociação?

Para que o seu bebê aprenda a adormecer usando as próprias estratégias, sem precisar de você!

O padrão normal do sono do bebê, é formado por ciclos de sono de 1 hora e, é esperado que a cada 1 hora o bebê sofra um pequeno despertar, a cada vez que muda o ciclo de sono.

Se ele/ela não souberem adormecer sozinhos, vão precisar do seu peito e de você ( ou da mamadeira) para voltarem a adormecer… até o próximo ciclo de sono!! Ou seja, chegará um momento em que ele/ela estará acordando de hora em hora e você também… Isso é saudável? Será que vocês dois conseguem descansar assim?

A reposta é obvia: NÃO!

Em Bebês a partir do 3°mês completo

O primeiro passo precisa ser ajustar a rotina alimentar, que é a BASE para podermos criar o restante da rotina: SONECAS, BANHO, ATIVIDADES, sono da noite.

E também para nos dar um norte de quando o nosso bebê está com fome. E aí sim ofereceremos o peito para ele.

Não mais a todo momento. E o mais difícil: não oferecer o peito nos horários de dormir.

Agora precisaremos nos reinventar e descobrirmos outras formas de consolar e acolher o nosso bebê que não seja exclusivamente no peito. Precisamos aprender a interpretar os chorinhos e reclamações.

Colo SEM RESTRIÇÃO! Mas o peito, só para mamar mesmo.

Agora também é a hora de oferecermos uma naninha para eles. Às vezes pegam e outras não.

Recomendo dar uma insistida. Traz muito conforto e segurança para eles.

Por quê criar uma rotina alimentar?

Para que saibamos certinho os momentos em que o nosso bebê está com fome, e alimentá-lo sempre que necessário.

Quando um bebê não tem intervalos regulares de mamadas, quando ele chora, a mamãe não sabe se é fome, se é sono, se ele está irritado… E põe no peito. Será que precisaria? Será sono? Será só vontade de um colinho?

E em bebês que já se alimentam, a rotina alimentar é uma das bases para a construção do relógio biológico do bebê.

As outras atividades rotineiras do dia, como sonecas, banho, sono da noite, serão desenhadas ao redor da rotina alimentar: um bebê que não está bem alimentado em quantidade e qualidade NÃO DORME BEM.

Invista e se dedique para o avanço da introdução alimentar do seu bebê. A livre demanda em paralelo á introdução alimentar, via de regra, não deixa o bebê evoluir no processo.

Ele não se interessa muito pelos alimentos, em aprender a mastigar, engolir, tudo isso é muito difícil.

Esse é mais um forte motivo para você investir suas energias na rotina alimentar a na introdução alimentar do seu bebê.

2° ETAPA

Para os bebês que já não associam o peito ao sono, ( que as mamães já desassociaram antes) AGORA é a hora de estabelecer a rotina alimentar.

Que seria: intervalos REGULARES entre as mamadas e a introdução alimentar adequada, dependendo da fase em que o bebê está.

Como criar uma rotina?

Sugiro anotar a rotina TODA por uns 5-7 dias: sonecas, mamadas (ou refeições), horário do banho, atividades, que horas foi dormir, que horas acordou, quantas vezes mamou na madrugada… tudo mesmo!

E aí, baseadas na analise dessas informações, tentar colocar os intervalos respeitando os padrões do seu bebê e também uma rotina que seja possível você gerenciar sem enormes sacrifícios.

Para os bebês que iniciaram pela rotina alimentar, agora é a hora de desassociar o sono do peito.

Já conversamos sobre isso acima.

3°ETAPA

Transição colo-berço

Nesse momento você vai fazer todo o ritualzinho pré-soninho e,

Vai ficar SENTADA com seu bebê no colo até ele/ela QUASE adormecer.

Ou até que adormeça, mas não demore muito com ele/ela no colo.

Nesse momento, eles já precisam estar conseguindo dormir sem o peito.

O desafio é que agora nos vamos tirar os outros hábitos : embalo, andar pela casa, chacoalhar, etc.

4° ETAPA

Colocar seu bebê ainda acordado no berço

Como fazer?

Faz todo o ritual pré soninho ( banho, massagem, mamar, musiquinha, carinho, historinha e então dá um beijo, diz que o AMA e que agora é hora de dormir e que VOCÊ VAI ESTAR ALI COM ELE.

E fica ali, ao lado, só fazendo “shshsh”, sem conversar.

Vale carinho nas costas, tapinha no bumbum, pegar na mão .

E se o bebê se agitar e despertar?

Nesse processo é importante que o quarto não tenha muitas distrações. Cuidado com luzes, móbiles e brinquedos á vista.

Uma naninha é legal, se o bebê aceitar.

O seu papel aqui é “ser paisagem” ! Rsrs

Você vai estar ali com ele/ela mas não vai interferir, não vai conversar.

E se ele chorar?

Tenta fazê-lo se acalmar no berço.

Se perceber que não vai acontecer, pega no colo, acalma, explica rapidamente, e devolve.

Você vai fazer isso 1 MILHÃO DE VEZES… Até que um belo dia… Vai funcionar!

O processo demora 21 DIAS. Quando você conseguir executar TODO SANTO DIA, em todas as sonecas e no sono da noite.

Algumas adaptações

Nos degraus 3-4, você pode tentar se deitar com o bebê num lugar seguro, abraçá-lo e dormir ali com ele.

Para quê isso? Para ele sair do peito e do colo.

Depois, você vai saindo….

Assim como, do degrau 4, você pode usar a técnica da Kate West,

que é a Técnica da cadeira :

Você se senta ao lado do berço em uma cadeira e, aos poucos,

a cada 3-5 dias, vai se afastando do berço.

Até que chegue na porta do quarto, no corredor e saia do quarto.

Se o bebê chorar, você vai, acolhe rapidinho e volta a

se sentar onde a cadeira está naquele dia.

Quantas vezes? 1 milhão de vezes? Quase…

IMPORTANTE!!

-EVITAR MUITAS MUDANÇAS AO MESMO TEMPO.

-EVITAR MUDANÇAS BRUSCAS DURANTE OS PICOS MAIS IMPORTANTES E LONGOS.

-SE FORTALEÇA E ACREDITE NO QUE ESTÁ FAZENDO.

-SE VOCÊ NÃO ESTIVER 100% CERTA DO QUE ESTÁ FAZENDO…

NÃO FAÇA!

Agora…o que esperar?

Hoje pode ter sido o seu “despertar”, que é o ouvir exatamente o que precisa ser feito.

Depois, num segundo momento é hora de reunir forças e recursos para sair para a sua jornada. SIM! Será uma jornada…

E só então, efetivamente entrar em campo para jogar.

Quanto tempo pode demorar cada uma dessas etapas?

O tempo que VOCÊ precisar, minha amiga!

E eu estarei aqui com você, para te ajudar, quando O SEU MOMENTO

Chegar 😉

Se quiser o meu acompanhamento mais de perto, ao seu lado nessa jornada, clique aqui e conheça mais sobre a minha consultoria Individualizada, o “Recém-Mamãe Sono”.

Bjos e até

Lígia

Related Posts

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Comments

comments

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×