High Need Babies – As 12 Características e Mais Uma Mãe ….

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

bebe-high-need

Oi comadre ! como vai ?

Anda meio “na moda ” esse assunto de “Bebês High Need” por aqui, então hoje, resolvi conversar um pouco sobre o assunto com você, vamos lá ?

Eu gravei um vídeo também , falando sobre isso . Clica e assiste !

O que é um ” bebê High Need “?

É aquele bebê que chora prá caramba, que não é fácil de ser consolado, mama vorazmente, não dorme por muitas horas seguidas, quer colo e /ou peito o tempo todo …. E , do outro lado : uma mãe desesperada, muitas vezes frustrada e culpada, fazendo uma “via sacra” atrás de diagnósticos físicos, como “refluxo” ou APLV, cansada ao extremo , julgada e incompreendida pela família e amigos…. Ufa!

Esse “termo” – High Need Baby , foi criado pelo Dr.Sears, um pediatra Americano, ( também responsável e defensor pela “filosofia” da Criação com Apego  ( API ).

O Dr.Sears, e a sua esposa Martha, tinham 3 filhos “normais” , e, então veio seu 4° filho … E eles conheceram e sentiram “na pele” , o que era ter um “High Need Baby” em casa ! Por causa das suas experiências pessoais e profissionais, eles ( o casal)  passaram a entender que , não era “culpa da mãe , que estraga a crianças” ou “Exagero da mãe , que diz que o filho chora mais e mais alto que os outros”,  “mama o tempo todo” e”não dorme mais do que 3 -4 horas seguidas , durante a noite ” … ou falta de segurança, de experiência… eles já tinham 3 ! E ele era um profissional !!! E , ainda assim… passaram poucas e boas com seu caçula ( e ainda tinham mais 3 crianças para cuidar!!).

Então , o Dr.Sears reuniu as 12 principais características de um “High Need Baby”, que eu vou te contar aqui , resumidamente :

  • Intensos : Choram e gargalham alto , mamam vorazmente, e protestam com muita vontade e força !
  • Hiperativos : Deixo claro que não é a “doença” aqui, mas o padrão de comportamento ! Tipo “não para 1 segundo”, sabe ?
  • Esgotam as mães : tanto o leite, quanto as energias !
  • Querem estar no peito o tempo todo : ou para mamar, ou para o contato e o consolo com a mãe ( já que , normalmente não aceitam chupetas)
  • Impacientes e inflexíveis : querem tudo para “Já” e não negociam “alternativas” ;
  • Não dormem muito : de dia praticamente não dormem, e á noite , dormem no máximo de 3-4 horas seguidas.
  • Insatisfeitos :  por mais atenção , músicas, colo, peito que a mãe ofereça… nunca está bom !
  •  Imprevisíveis e Difíceis de agradar : O que hoje serve para acalmá-lo, amanhã já não serve mais !
  • Super Sensíveis : Estão sempre ligados ao que está acontecendo no ambiente ao seu redor, e percebem e sentem qualquer alteração de pessoas, cenário , ou barulhos. Se sentem seguros nos ambientes que está acostumado , e não gosta de “novidades e passeios longos”.
  • Querem colo e contato “pele a pele” o tempo todo : Seja para mamar, seja para brincar, seja para dormir…
  • Não conseguem se consolar ou se acalmar sozinhos : eles precisam e gostam de gente ( da mãe, na maioria das vezes) , não serve “bichinho de transição”, chupetas, dedo na boca…
  • São super sensíveis á separação ;

Eu , sinceramente falando, não sei dizer se eu tive ( ou tenho), por aqui, um High Need Baby… A Maria Beatriz, a minha filha do meio , é uma suspeita … kkkkkk !

É que, quando a gente lê essas 12 características listadas pelo Dr.Sears, falando a verdade , a maioria dos bebês tem uma ou algumas dessas características, principalmente até os 3-4 meses! Mas, o Dr.Sears fala que, se a criança tiver 3 , ou mais delas, ela pode ser considerada um High Need Baby… E , que também , existem diferenças entre eles !

Outra coisa que ele deixa bem claro, é que isso Não É Uma Doença , e que não traz consequências para a vida adulta da criança… porém , essas características estarão  mais “sob controle” a partir dos 7 anos, mas,  acompanharão a pessoa por toda a vida. Se pensarmos bem , essas características, na vida adulta , são qualidades !  Paixão, intensidade, saber o que quer, gostar de contato / de gente , lutar pelo que quer, não aceitar ” menos” da vida …

Se  você é mamãe de um “high need baby”, não se deixe culpar ! Nem permita palpites ou julgamentos ! Ajuste as suas expectativas … Só você sabe o que é a sua rotina , a sua vida , quais as necessidades do seu filho e, o tamanho do seu amor por ele !

Eu tenho um pouco de cisma de rótulos, sabe ?  Mas, entendo que , quando entendemos melhor o que está acontecendo, fica mais fácil lidarmos com a situação e com nossas angústias e inseguranças  ….

Ao meu ver, o que cabe a nós , os pais, é reforçar e estimular as características positivas dos nossos filhos! Ajudá-los a desenvolver , sempre, o “seu melhor” !  Todos nós temos qualidades, e , eu acredito que várias características de personalidade , têm o lado A e o lado B !! Caráter não se negocia ! O resto…

Precisamos dar limites, ensiná-los a pensar nos outros, respeitar a si , aos outros , os animais , a natureza… serem gentis  e generosos. Mas , se forem diferentes da maioria , tudo bem também , não é mesmo ?  E , muito cá entre nós.. eu acho que eles levarão uma grande vantagem nessa vida… nesse mundo !

Quer saber mais , leia aqui :

http://seupediatra.com/comportamento/o-mito-do-bebe-high-need/

http://www.bagagemdemae.com.br/sera-que-eu-tenho-um-bebe-high-need/

 

Você está passando por isso ? Ou conhece alguém que está ?

Me conta ! Como tem lidado com seu cansaço … Tem alguma dica ?

A gente vai conversando por aqui .

Bjos e até !

Lígia Coimbratags coração

 

Você já curtiu a nossa Fanpage ? Vai lá ! Dá um curtir !pequena facebook-logo-

Se inscreve no nosso canal do Youtube e receba as novidades em primeira mão !pequena youtube-logo

Related Posts

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Comments

comments

Speak Your Mind

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×