O Sono do Bebê e A Regressão dos 4 Meses

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
o-sono-do-bebê-1

o sono do bebê

O Sono do Bebê

A REGRESSÃO DOS 4 MESES

Fala comadre! Tudo jóia?

O sono do bebê está pior que nunca? ele/ela está te dando uma canseira para dormir?

Só dorme picado, no colo ou no peito, embalado. Briga com o sono, chora para dormir e acorda toda hora?

Não se sinta sozinha e nem culpada….

Cansada exausta e perdida… Isso sim é inevitável, não é mesmo?

A gente sempre escuta falar o seguinte:

Bebês até 3 meses não dormem mesmo!

Bebês só começam a esboçar uma rotina a partir dos 3 meses e AÍ o sono do bebê vai melhorar…

Será?

Eu preciso te contar… eu andei mergulhando a fundo em estudos e pesquisas em fontes fora do Brasil, sobre o sono do bebê aos 4 meses e o Sono do bebê aos 8-9 meses. Por quê essas fases?

Se você tem um bebê com essa idade já deve saber a resposta:

Nessas duas épocas EM ESPECIAL, o sono do bebê vira do avesso! Por quê? O que acontece?

O que fazer durante esse período? O que fazer depois? E o que não fazer?

É isso que eu vou te contar aqui hoje!

Como o assunto é MUUIITO extenso, eu vou separar em parte 1 e parte 2 .

Hoje aqui, vamos falar sobre o sono aos 4 meses e no próximo post, conversamos sobre o

sono aos 8-9 meses, combinado?

_________________________________________________________

Entendendo melhor os “por quês”da Regressão dos 4 meses

__________________________________________________________

A gente pensa: agora já passaram as cólicas, agora parece que as mamadas já estão mais espaçadas… agora o meu bebê vai começar a dormir melhor!! E não entendemos o que acontece aos 3 meses e meio ( em média)… Por quê o sono PIORA! Agora o bebê briga para dormir, não quer mais dormir de dia, faz sonecas muito picadas, acorda toda hora durante a noite…. O que está acontecendo afinal?

Vou te explicar. Para começar, nessa fase eles atravessam um pico de desenvolvimento muito longo e difícil.

Com algumas pequenas diferenças, o que nós aqui no Brasil chamamos de “Picos de Desenvolvimento”, lá nos EUA os especialistas chamam de “Regressões do sono”.

Você se lembra o que são os picos de desenvolvimento?

São períodos em que o nosso bebê está aprendendo novas e importantes habilidades, que o cérebro precisa trabalhar à velocidade da luz para tentar processar e fixar aquela novidade, aquele aprendizado.

Quando o cérebro está funcionado assim, é como se ele não conseguisse “desligar”, entende?

Numa explicação bem simplificada é isso o que acontece.

Nos bebês de 4 meses o que está acontecendo é que, até os 3 meses, 3 meses e meio, a visão deles ainda é muito limitada e é um dos sentidos que mais se desenvolvem nos primeiros meses, quando há o amadurecimento acelerado das conexões entre as células dos olhos e a parte do cérebro responsável por traduzir em imagens as informações captadas .

A audição, apesar funcionar perfeitamente desde o nascimento, o bebê ainda leva uns meses para começar a interpretar a origem e o significado dos sons.

E nesse momento, aos 4 meses, a visão que antes era preto e branca, limitada e sem distinção de formas e cores, tem um salto enorme! E juntamente com isso, o bebê já consegue interpretar alguns sons! Ou seja, minha amiga: O seu bebê começa a descobrir o mundo!

Observa o ambiente, luzes, cores, vozes, sons, animaizinhos, brinquedos!! E dormir já não é mais “tão interessante”.

E cada nova descoberta dele, o cérebro precisa ir organizado e catalogando as informações, que são MUITAS!Então, minha amiga…é aí que começam os problemas de sono dessa fase.

_______________________________________________

    O Quê Fazer?

_______________________________________________

Primeiro, mantenha a calma e tenha em mente que você não está fazendo nada de errado, e nem existe nada de errado com o seu bebê!

Existe sim um caminho! Ah! E antes que você se sinta tentada a pensar:” Já que é só uma fase, vou esperar passar”.

Não faz isso! Sabe por quê?

Os especialistas dizem que, nessa fase é o primeiro aprendizado sobre o sono que o bebê entra em contato e que, dependendo da forma como esse momento for conduzido, o bebê pode adquirir hábitos ruins, que perduram muito tempo! Na verdade, até que você reestruture os hábitos dele/dela. E quanto maiorezinhos eles vão ficando, mais difícil é fazer esse caminho de volta!

Um exemplo prático:

Seu bebê agora demora muito para pegar no sono e, você tenta de tudo o que imagina, para acalmá-lo e … sem perceber começa a balançar o bebê, você fica de pé, andando com ele pela casa…O que vai acontecer?Ele vai se acostumar a isso, e pior, vai entender que só é possível adormecer assim- sendo chacoalhado e andando pela casa!Imagina isso quando seu bebê estiver com 8-9 Kg? Entende o que eu estou dizendo?

Devemos tentar evitar a qualquer custo as “associações negativas”, que é como são conhecidos esses recursos que lançamos mão para sobrevivermos a esse momento!

O que fazer então?

1°- Observe seu bebê e ANOTE TODA a rotina dele por uns 5-7 dias.

Aí, baseada nessas observações, você pode planejar um esboço de rotina que você consiga manter consistentemente todos os dias, e que respeite as necessidades e particularidades do seu bebê. A Rotina traz para o bebê segurança e previsibilidade. Não ache que você estará massacrando ou judiando do seu bebê por estabelecer uma.

2°- Ao estabelecer uma nova rotina, já tenha em mente, minha amiga, que vários ajustes de rota serão necessários… até que você e o seu bebê se encaixem aí, num esquema que realmente funcione! E isso NÃO É rápido!

3°- Lembre-se que ROTINA não é só relacionada ao sono!Rotina são TODAS as atividades relacionadas ao bebê e á casa: horários que mama ( se alimenta), passeios, banhos,banhos de sol, que hora a mãe/pai saem de casa para trabalhar, que horas a mãe/pai chegam em casa, a rotina pré-s0necas, os horários das sonecas e do sono noturno, etc

4°- Consistência, persistência e paciência

Se você já tentou mudar um hábito seu, ou instalar um novo hábito na SUA rotina, então já sabe que isso é gradativo e lento … que é um processo! Não é milagre, nem tem uma chave que viramos, para que as mudanças aconteçam. Por isso é tão importante que você saiba para onde está indo e tenha confiança na escolha desse caminho.  Assim você terá a persistência necessária para essa jornada. A ciência fala em 67 dias para o nosso cérebro (adulto) incorporar ou excluir um hábito.

Então, tente os novos hábitos por, pelo menos 1 semana, antes de achar que não está funcionando e desistir…

Depois de uma semana, se tiver alguma estratégia que absolutamente não está funcionando, aí você reavalia e altera o que achar necessário.

5°- Estabeleça UMA mudança de cada vez, senão você não saberá o que está e o que não está funcionando.

______________________________________

  QUANDO DEVO AGIR?

______________________________________

Na hora do olho do furacão, em que tudo parece ter virado de pernas para o ar, seu bebê está “do avesso”, você exausta e insegura… esse não é o melhor momento.

Reúna forças e espere a tempestade passar. Quando seu bebê começar a esboçar uma melhora, aí é a sua hora de entrar em ação e implementar as mudanças que achar adequadas e necessárias.

________________________________________________

   O QUÊ NÃO FAZER?

________________________________________________

Não se sentir culpada;

Não agir por impulso;

Não se deixar abater por comparações, críticas ou palpites;

Não tentar encaixotar o seu bebê em nenhuma “técnica mirabolante” que não tenha a ver com você ou com ele;

Não sentar e esperar passar… Eu tenho que te falar uma coisa: NÃO VAI PASSAR … E quanto mais tempo levar, mais difícil vai ficar.

A importância dessa fase dos 4 meses para o seu bebê é que, é nesse momento que ele vai estar tendo contato, pela primeira vez, e de verdade com o aprendizado sobre o sono (mesmo que você já tenha feito isso desde que ele nasceu, só agora ele consegue compreender e responder ao que você ensina para ele).

Então, o que ele aprender (ou desaprender) agora, vai perdurar, muitas vezes pela vida toda! A hora é AGORA minha amiga, para estabelecer hábitos e rotinas saudáveis para o seu bebê, para a sua família e para a sua casa.

Por exemplo, se você anda pela casa, chacoalhando o bebê para ele dormir, ou se ele só dorme no peito, ou se ele mama toda hora de dia e de noite… ele vai entender que é assim que funciona! Ele vai APRENDER  que ele só pode dormir se for chacoalhado e com você de pé andando pela casa… ele vai APRENDER que ele só consegue dormir no peito… enfim , entende?

Se esse é o momento em que ele está pronto para aprender, e que vai levar isso para toda a vida, ENSINE O CAMINHO CERTO PARA ELE!!

Fácil e milagroso… não é! Mas pense que o  tempo vai passar e, aonde você pretende estar daqui a 2 meses, daqui a 4 meses, daqui a 6 meses? Pior, exausta, desesperada? E o seu bebê? Irritado, sem dormir direito, e com todos os prejuízos que a privação do sono traz? É possível sim que VOCÊ construa o seu caminho e planeje como, quando e onde quer chegar!

E o que é o “caminho certo”?

É o que VOCÊ julgar certo! Se você acha que o “certo” é você amamentar o seu bebê a madrugada toda, mesmo depois dos 3 meses… vá em frente!

Se você acha que o certo é fazer cama compartilhada, vá em frente! Se você acha que o certo é estabelecer horários, fixar rotinas , vá em frente!

O meu papel aqui NUNCA é de juíza nem de dona da verdade não! Deus me livre desse fardo! rsrs

O meu papel aqui é te explicar os porquês e te falar sobre as consequências das escolhas que VOCÊ fizer!

As escolhas sempre serão suas e, para mim, o importante é que você faça as suas escolhas de forma consciente.

Comece HOJE!! Sabe por quê?

AMANHÃ É … NUNCA MAIS!!

Eu acredito em você e, tenho certeza de que tem aí dentro tudo o que precisa para acertar o sono do seu bebê e se realizar com a maternidade, de verdade!

Eu escrevi um outro post bem completo, um verdadeiro “Guia do Sono do bebê”, para ler, clica aqui.

Nesse outro post tem os 7 fatores que podem interferir no sono do bebê. Se quiser ler, é só clicar aqui. 

E sobre a cama compartilhada, você tem alguma opinião? Nesse post aqui, eu converso com você sobre o assunto.

Agora, se você quiser a minha ajuda mais de perto, o meu acompanhamento pessoal e individualizado, conheça o meu curso “Recém-Mamãe Sono”. Clique aqui para conhecer mais sobre o curso que tem ajudado a centenas de mamães e que pode te ajudar também.

Bjo e atétags-coracao

Lígia

Related Posts

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Comments

comments

Speak Your Mind

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×