Para as Mães que Trabalham Fora …

151 Flares Facebook 149 Google+ 2 151 Flares ×

Oi Comadre!

Tanta coisa acontecendo por aqui, que eu andei meio sumida… Palestras ao vivo, minha entrevista saindo na edição desse mês, da revista Crescer, gravando vários videos para o nosso canal lá do Youtube … É o “Mães Comadres” crescendo , e virando gente grande  ! rsrs

Ontem , eu li uma reportagem na “Folha de S. Paulo ” , que lavou a minha alma!! E é disso que eu quero conversar com você hoje.

Vou te contar…

Nessa matéria, eles diziam que foi feito um estudo em Harvard, uma pesquisa , com 5o mil pessoas , com idades entre

18 e 60 anos, de 2000 a 2012, em 25 países,para avaliar os filhos de mães que trabalham fora…

Antes de continuar, eu quero deixar muito claro aqui uma coisa: “Nada contra as mamães que optaram por cuidar dos seus filhotes em período integral, tá?” Eu, inclusive acho, que a maioria das mamães que voltaram ao trabalho, em algum  momento desejou não voltar….

Mas , a questão é que, nós , as mamães que voltamos, além da saudade que dói, ainda costumamos carregar uma culpa gigantesca! Quase paralisante, não é mesmo, minha amiga?

Então tá… mas voltando á notícia…

Nos resultados o que se encontrou foi :

– no caso de meninas, quando adultas, as filhas de mães que trabalham foram ganhavam , em média, 23% mais, em comparação com o grupo de filhos de mamães em tempo integral;

– no caso de meninos, as vantagens apareceram no seu comportamento em casa: ajudam mais nas tarefas domésticas e também, passam o dobro de tempo com a família, se comparados ao grupo de filhos de mamães que não trabalharam fora.

Em um estudo anterior, nos EUA, foram analisados 69 estudos que mostraram que as crianças de mães que trabalham fora, são mais bem sucedidas na sua vida escolar e , têm menos problemas de aprendizado.

Então, trazendo a reflexão desses resultados para a nossa sociedade, o que os especialistas dizem é que, com esse perfil , os filhos de mães que trabalham fora tendem a ser menos machistas e terem mais autonomia.

Mas , é importante frisar que, no caso, o “trabalho ” da mãe só é benéfico, se a mãe for realizada nele!

Se a atmosfera que envolve o trabalho da mãe for ” vou obrigada, detesto, mas  temos que pagar as contas”… o efeito pode ser bem diferente! Essas mamães costumam se sentir sobrecarregadas, cansadas, e muitas vezes , não estão emocionalmente disponíveis para os filhos.

E , agora, você pode estar pensando: ” Ah! Só isso , Lígia” “O que mais você quer?” Que eu saia de casa todos os dias, deixe meu filho com um estranho( ou em casa ou na escolinha) e me sinta feliz e realizada? E , por acaso existe isso?”

Olha comadre, o grande desafio das mulheres multi tarefas, ao meu ver, é encontrar o equilíbrio!

Eu  acho que, por melhor que seja o trabalho da mulher  que tem filhos, se ela sai de casa muito cedo e volta muito tarde… não tem convivência com os filhos, não os acompanha de perto… Isso não é saudável nem para as mamães, nem para seus filhotes! esse esquema vai deixar lacunas…

Por outro lado, a gente que é mulher sabe, que o serviço de casa NUNCA acaba!! Sempre tem o que fazer ! E, com filhos então… meu Deus! o cesto de roupa suja se multiplica á velocidade da luz, louça suja na pia tem vida própria! rsrs  As mamães que estão em casa , junto com seus filhos, também podem se ver atoladas na sua rotina insana, de 24 horas de trabalho, sem tempo de qualidade para os filhos…

Pensando com as minhas caraminholas, cheguei á conclusão de que, o melhor exemplo que podemos dar aos nossos filhos , é sermos felizes e realizadas… e não nos escondermos atrás da maternidade, usando os filhos como desculpa, para não corrermos atrás dos nossos sonhos! Temos a obrigação de nos realizarmos como pessoas! E , a maternidade não é um empecilho não! É sim , uma ferramenta maravilhosa e poderosa para a gente se desenvolver, e se realizar!

Se, para você , realização e alegria, é ficar em casa , e cuidar dos seus filhos e da sua família , vá em frente ! Viva plenamente!

Agora, se você precisa ter uma carreira, realizar coisas e idéias, fora de casa, vá em frente, também ! Sem culpa ! Se realize!

Cumpra seu papel, minha amiga!

Quando estamos nesse caminho, fazendo e realizando aquilo que viemos aqui para fazer, nos sentimos vivas, e em paz…

Me pergunta como é que eu sei disso !?! rsrs

Já vivi todas essas nuances e tons, sabe, comadre?

E você, como foi a sua experiência?

Quando o Pedro nasceu, eu não queria mais voltar a trabalhar… quando a M.Beatriz nasceu , eu fiquei em casa, praticamente 1 ano… e , quando a M.Carolina nasceu, voltei, devagar , aos poucos, mas ela ainda tinha 40 dias… ia só por algumas horas, voltava no meio do período para amamentar…mas precisei, emocionalmente, voltar!

Sair de casa, me arrumar, batalhar meus ideais…. e, posso falar?

Vivi intensamente todas essas fases, não me arrependo de nada… e só sofri muito, quando não respeitei os meus limites  e as minhas necessidades!

Pronta para viver sem culpa ?

Vambora então !!

A gente vai se falando por aqui!

Bjos e atétags coração

Related Posts

151 Flares Facebook 149 Google+ 2 151 Flares ×

Comments

comments

Speak Your Mind

151 Flares Facebook 149 Google+ 2 151 Flares ×