“Seja Feliz , Meu Filho” – Um livro Espetacular!

5 Flares Facebook 3 Google+ 2 5 Flares ×

seja feliz

Oi comadre! Eu não sei você , mas eu, desde que engravidei a primeira vez, virei uma maníaca por informações !rsrs Primeiro sobre gravidez, depois, parto e amamentação, cuidados diários com o bebê, introdução alimentar, volta ao trabalho, desenvolvimento infantil, desmame gradual, desfraldamento, sono infantil, escolas infantis, babás, etc etc etc!! Isso não tem fim, gente!! rsrs Mas é bom demais !

Eu me sinto segura com todas essas informações, e , confronto as informações com a minha realidade, com a minha rotina , com meus valores e com a personalidade e necessidade de cada um dos meus filhos… e então … consigo retitar delas só o ” néctar” !

As principais fontes de informações que utilizo são: livros, internet (com blogs, sites especializados, google ,etc) e revistas, nessa ordem.

Esse final de ano, procurando opções de presentinhos de natal na internet, me deparei com  esse livro do Içami Tiba, agora atualizado pela sua filha , Natércia Tiba -“Seja Feliz, meu filho”.O título me chamou a atenção e , como  sou fã do “Quem ama educa” , e do “Família de Alta Performance” , então pensei: ” Taí, vou comprar um pra cada cunhada e um pra mim!”

Comadre!! Você tem que ler esse livro!! Ele tem uma linguagem muito simples e direta, com exemplos do dia-a-dia, que o tornam uma leitura rápida e gostosa.Mas, o que ele tem de melhor são as informações!!

Eles abordam um tema super delicado e presente em todas as famílias, sem exceção! As expectativas que nós, os pais, depositamos nos nossos filhos e, de que forma isso pode impactar positiva ou negativamente no futuro e nas escolhas do nossos filhos.

Todas as mães e pais, ao saberem que terão um filho, instintivamente começam a sonhar e a fazer planos em nome dos filhos! ” Ele é craque, vai ser um jogador de futebol!” ou então ” Ele é muito inteligente, vai ser um advogado brilhante, como o avô”! ” Ah! Minha filha desenha muito bem! Vai ser uma arquiteta, como a mamãe!” E assim seguimos sonhando os sonhos emprestados…

O que é muito natural, pois, eles são a nossa continuação genética, a “perpetuação da nossa espécie”!! Então esse sentimento é natural!

Mas, será que isso é saudável? Será que isso ajuda ou atrapalha?

A resposta que encontrei no livro é : “Depende”!

Todo mundo deve ter sonhos e projetos para a sua vida ! É isso que nos faz batalhar ,superar nossos limites, lidar com frustrações, olhar pra frente, imaginar a conquista. Quanto antes o jovem souber com clareza o que quer, mais foco ele vai ter! Mais vontade de chegar lá, pois sabe bem  aonde quer chegar!

Mas , a  grande cilada disso tudo é : Os sonhos e projetos de vida são INDIVIDUAIS, PESSOAIS E INTRANSFERÍVEIS !

Inconscientemente, ou , ás vezes, ostensivamente, nós , os pais , depositamos nas costas dos nossos filhos as nossas frustrações, e agimos como se os nossos sonhos pudessem se realizar através das conquistas deles! Mães que queriam ser  “miss”, pais que queriam ser atletas, ou pais que sempre sonharam em ter um filho médico ou advogado… Meu Deus !!

Esse tipo de pensamento e essa linha de educação podem ser fontes inesgotáveis de frustrações , conflitos e amargura!

Os pais se frustram, porque o filhos não correspondem ao que sonharam para ele. O filho se frustra por nunca se achar bom o suficiente, perante os olhos dos pais. Ou , pior ainda, o filho se submete aos sonhos dos pais, e leva uma vida vazia… sem realização pessoal, sem sonhos, sem futuro!

Então comadre, a essa altura você pode estar pensando : ” Mas Lígia, então eu não posso orientar meus filhos?” . Claro que pode ! Aliás, pode e deve! É esse o grande segredo do livro !! ele nos ensina ” o ponto  do mingau”!! Até onde cabe a nós, pais, e onde não devemos entrar ! Como podemos, no nosso dia-a-dia, ir preparando os nossos filhos para terem autonomia emocional; ensinando a eles  a descobrir recursos e ferramentas dentro de si mesmos, para que consigam traçar e alcançar seus próprios objetivos!

E sabe, comadre, que de bônus  , essa leitura ainda me proporcionou uma reflexão bem interessante pra minha vida!

Adorei !

Veja esse outro post sobre ” A Importância dos limites ” .

Bjos e até tags coração

 

Related Posts

5 Flares Facebook 3 Google+ 2 5 Flares ×

Comments

comments

Speak Your Mind

5 Flares Facebook 3 Google+ 2 5 Flares ×