Um Amor Eterno

7 Flares Facebook 4 Google+ 3 7 Flares ×

 

um-amor-eterno

Bom dia comadre !!Tanto falamos , sonhamos e buscamos encontrar um grande e verdadeiro amor!!! E o que fazemos quando estamos vivendo esse grande amor? Ontem, meu marido veio todo emocionado ( machão emocionado, tá!  nada de chiliques !!rsrs )  me contar de um caso que ele viu na UOL …Um casal que viveu junto por 65 anos, morreu no mesmo dia , com  uma diferença de 40 minutos … Um amor eterno, certamente!

Vamos á história:” Juntos há 65 anos, Italvino Possa, de 89 anos, e Diva Alves de Oliveira Possa, de 80, morreram com cerca de 40 minutos de diferença. Ele foi vítima de uma leucemia. Ela, acometida por um tumor na bexiga, partiu logo depois. O casal passou os últimos momentos de mãos dadas, com as camas juntas no quarto.

amor-eterno

Foto tirada 10 minutos antes da morte de Italvino mostra o casal de mãos dadas no hospital (Foto: Rafael Max/Arquivo Pessoal)

Italvino foi o primeiro a descobrir a doença, em agosto do ano passado. Desde então, entre internações e altas, batalhava para permanecer ao lado da amada. Já neste ano, Diva recebeu o diagnóstico de câncer. Foi submetida a uma cirurgia em abril e deu início a um tratamento.

Na última quarta (1), já internada no hospital, a matriarca chamou a família para uma reunião. “Ela sentiu que a hora estava chegando, pediu para ver parentes e meu avô foi ao hospital. Depois da conversa que eles tiveram, tanto ela ficou mais tranquila quanto ele, que lutava contra uma doença”, conta Max.

Italvino retornaria ao hospital na manhã de sexta-feira (4), após passar mal. Ele morreu por volta das 15h do mesmo dia. “Depois, minha tia falou no ouvido dela que meu avô tinha partido em paz. Ela ficou mais tranquila”,  contou o estudante universitário Rafael Max, um dos 14 netos do casal, que deixou ainda 10 filhos e seis bisnetos. E, depois de 40 minutos… Dona Diva se foi.

O casal viveu em Marau e Passo Fundo, no Norte do estado, e também na capital gaúcha. Em todos estes anos de união, Italvino jamais deixou o romantismo morrer. Preparava o café da manhã para a amada e mantinha uma horta no pátio com as verduras “ao gosto dela”. Além disso, a presenteava com flores. “Em todos os dias dos namorados, eles sempre comprou rosas para ela”, conta Rafael.

Essa história mexeu profundamente comigo, comadre !Como não acreditar em algo maior?!E eu não sou , exatamente, uma mocinha romântica …

Mas me fez refletir … Como encaramos o amor , nos dias de hoje? Qual o seu papel nas nossas vidas? Qual o seu valor?Quanto do nosso tempo, corpo e alma dedicamos a ele , o amor?

E, eu não estou falando do amor de mãe, viu comadre? Que esse nos invade, nos toma e nos domina sem nos darmos conta!!E , a ele dedicamos horas, pensamentos e uma vida toda , se for preciso.

Estou falando do amor que nos complementa, que nos acompanha, que nos faz crescer… Do amor sensual, do amor que nos indica o nosso lugar no mundo. Do amor que vai ao supermercado, que divide as contas, as responsabilidades e preocupações…

Do amor que nos põe pra cima, que nos faz andar, que nos acolhe, que nos compreende…

Do amor onde podemos ser exatamente quem somos, sem vergonhas, convenções ou pudores…

Do amor que nos faz olhar pro espelho e nos enxergarmos exatamente como somos : imperfeitos, com certeza , mas amados e amáveis…

Não estou falando de um retrocesso, tá comadre? De relacionamentos opressores, que não acrescentam… destrutivos em sua natureza… em que mulheres , homens e filhos  ficavam aprisionados , sem ter como sair desse inferno.Estou falando de AMOR …

Fiquei pensando em como lutamos e sonhamos para encontrar um grande e eterno amor… tá , mas e depois, como tratamos dele?

Olhamos para ele com  a atenção que ele merece? Cultivamos diariamente? No turbilhão de filhos , trabalho, contas pra pagar, problemas a resolver, paramos pra cuidar dele um pouquinho?

Sabe quando você abre os olhos, no meio da noite  e vê , ali do seu lado aquela pessoa , e pensa :” Meu Deus, Obrigada! O que seria da minha vida sem você? ” E volta a dormir em paz…

Sabe aquela soma da matemática em que 1+1 é muito mais do que 2 ? Que você sabe que juntos, vocês são muito melhores?

É disso que se trata , comadre…

Se você tem um amor de verdade, não desista dele na primeira dificuldade! Lute por ele com todas as suas forças!

Pense nos seus defeitos,  pense que ninguém é perfeito!Não abra mão de um amor verdadeiro…

Obrigada S. Italvino e D. Diva, por me darem a chance de refletir … e decidir que sim, eu quero prá mim um amor eterno

italvino_diva

Italvino e Diva deixaram um exemplo de amor para os familiares (Foto: Fátima Possa Nunes/Arquivo pessoal)

Leia a história completa do casal aqui.

Pense nisso comadre!!

Bjos e até tags coração

 

Related Posts

7 Flares Facebook 4 Google+ 3 7 Flares ×

Comments

comments

Speak Your Mind

7 Flares Facebook 4 Google+ 3 7 Flares ×